Manhãs difíceis

Esta semana as nossas manhãs têm parecido aquelas histórias do Marco ou da Candy Candy, ou da Ana dos cabelos ruivos: acabam sempre com alguém a chorar.
Sábado foi porque estávamos atrasados para a aula de holandês e só vieram 3 dos 4 My little pony que tinham mesmo que vir. Foi um drama do pior (resultou em 45 minutos de pranto, um record).
Segunda-feira foi porque as duas crianças queriam levar bolo para partilhar com os amigos e só percebi isso quando já estava a sair de casa (resultou numa mãe histérica a enfiar meio bolo numa caixa e gritos nos ouvidos das crianças).

bolo-de-chocolate (2 of 5)

O bolo dos amigos 

Terça-feira fizemos um cartão do dia dos amigos e o drama foi porque não tínhamos tempo para pintar as flores todas de cor de rosa (resultou num pai irritado e numa solução de compromisso – pintar as flores à porta do jardim de infância)
Quarta-feira, no momento de entrar para o elevador a abobrinha menina lembrou-se que o fecho da mala estava estragado. Resultou numa mãe tipo disco riscado – bla bla bla, é sempre na hora de sair, porque é que isto acontece sempre comigo, já estamos atrasados, bla bla bla – numa substituição de última hora por uma mochila mais velha com rodinhas e alças, numa irmã infeliz porque a sua mala só tem rodinhas e não tem alças e numa mãe atrasada e infeliz.
Quinta-feira foi porque estávamos a fazer uma corrida a ver quem se despachava mais depressa e a mais velha perdeu, e ela que não gosta de perder nem a feijões amuou, e num drama perguntava se nós gostávamos mais da irmã e porque é que a ajudamos a vestir (não, querida, ajudamos a tua irmã porque ela é mais nova, se fosses tu mais nova ajudavamos-te a ti). Resultou em sairmos 30 minutos depois do que tínhamos planeado, chegarmos atrasados à escola e ao escritório e mais uma vez, um bocadinho infelizes.
Todos os dias houve um drama diferente, uma pessoa diferente a começar mal o dia, e embora os motivos variem, há um figurino comum: estamos atrasados, ficamos irritados, as miúdas não se despacham, há sempre imprevistos de última hora  (nota:se há sempre não deviam ser imprevistos), as miúdas ficam infelizes, e nós também.

Também acontece aí em casa?
Que dicas têm para manhãs sem dramas?

PS – a propósito destes dramas reunimos alguns artigos na Pumpkin, mas agradecemos sempre mais dicas testadas, porque temos muito a trabalhar.

Anúncios

9 thoughts on “Manhãs difíceis

  1. Ui, ui, cada dia um motivo e é sempre no momento em que se abre a porta. Esta ideia ajudou durante uns tempos (http://www.dacordascerejas.com/e-hoje-a-manha-foi-mais-facil-porque/) e resolveu a questão das tarefas. Agora, para além das birras de “quero ir de vestido, não quero ir de fato-de-treino”, “tenho sonos”, “quero levar este mundo e o outro para a escola”, ” a mana fez-me cara de má”, para além disto, ainda tenho que enfrentar a viagem de carro e uma filha vomitadora nata (http://www.dacordascerejas.com/as-manhas-esse-momento-tao-animado/). Atenta às sugestões que aqui forem dando!! E boa sorte para as próximas manhãs 😉

    Gostar

  2. Bom dia, aqui tb temos dramas matinais, amiude. Mas temos uns truques que ajudam a diminuir as probabilidades (sim, porque ha os imprevistos imprevistos, tipo a caneca de leite entornada em cima da roupa, e ha os imprevistos “estava-se mesmo a ver” tipo a roupa nao agrada, so se encontra um sapato, o doce de amora acabou e nao ha meio de comerem a torrada com doce de morango etc etc)
    – preparar a roupa na vespera, para todos, adultos e criancas. “Negociar” na vespera o que houver para negociar com @ piquen@. Isso inclui sapatos, malas e mochilas e acessorios. Se houver dramas sao na vespera, quando ha tempo para conversar e enxugar lagrimas e birras.
    – preparar o “farnelinho” de almoco tb na vespera (vivemos na Holanda, almoco na escola tem de ser levado de casa, e fazemos o mesmo nos os adultos) no frigorifico, assim e so mesmo por na mochila/saco.
    – acordar pelo menos 1h antes da hora de sair, em geral chega para termos a familia toda preparada.
    – o piolhinho de 5 anos veste-se sozinho, desde que tenha as roupas alinhadas na cama ou no sofa (ha dias em que so se veste em frente a televisao, mas isso tb e negociado na vespera)
    – temos no quarto (ha quem tenha na sala comum) um quadro magnetico com 6 “actos” obrigatorios por dia (vestir/despir sozinh@ (pedir ajuda se problema), lavar os dentes, refeicoes calmas, ir para a cama sem protestos, nao ir buscar rebucados ou bolachas sem autorizacao, tomar banho/duche sem cinema) Escolhemos os “actos” por serem os que mais problemas nos davam. Para cada familia pode ser diferente, esta claro.
    Para cada “acto” ha um pictograma feito em conjunto com @ piquen@.
    Os dias em linha horizontal, os actos em coluna vertical. Desenhamos um smiley a verde sempre que um acto esta bem para aquele dia e um smiley infeliz a vermelho quando a coisa na correu bem para aquele acto naquele dia. No final da semana se estiver tudo verde (so se aceita 1 vermelho) entao pode escolher uma prendinha (valor pequeno – tipo um bonequinho da Lego, daqueles que custa 3 euros). Vamos em 1 mes de experiencia da coisa e tem funcionado MUITO bem, um milagre quase. Ja recebeu 3 prendinhas. Na segunda semana teve 5 vermelhos e nao recebeu nada, ficou muito triste e desde ai tem feito um esforco.
    Vamos passar a so dar prenda mensalmente a partir de agora, que esta provado que pode se comportar bem.
    – a por ultimo mas muito importante para a nossa familia: temos tudo com hora “marcada” – isto e: mostramos no relogio o tempo que tem para fazer algo, indicado ate onde o ponteiro grande vai chegar. Exemplo: tem ate as 7h45 para se vestir, se nao o fizer passa a ter um smiley vermelho no quadro; e tem ate as 8h00 tomar o pequeno-almoco. Depois arrumamos o pao, leite, tudo. Tera de ir para a escola sem comer e mesmo que a chorar. Fazemos o mesmo a noite, que era o nosso maior problemas, vir para a mesa era um drama de facalhao, lavar os dentes um cinema sem fim, ir para a cama demorava horas. Mesmo. Chegavamos a demorar 3h para dar jantar e por a dormir. Com este sistema de responsabilizacao dos actos, de auto-controlo do tempo e de recompensa das coisas bem feitas, tem sido um sossego e uma alegria como nunca pensamos possivel. Parece duro, e nas primeiras vezes houve choro, e crises e pais e criancas infelizes. MAS foram so 3 vezes. A partir dai nunca mais. NUNCA mais. E isso vale por tudo.
    Boa sorte!

    Gostar

    1. Parabéns, Elsa! Grande exemplo de educação! Dá trabalho no início, mas a recompensa é enorme! Outro “truque” que nós usamos é o das escolhas controladas: “podes escolher entre isto ou aquilo…o que preferes? Tu é que decides!”. O poder de decisão é crucial para eles, sentem que têm ” direito de voto”, que são ouvidos e “liberdade=responsabilidade”… Connosco funciona muito bem! Felicidades!

      Gostar

  3. Drama diário cá em casa com dois meninos, um de 3 e outro de 6. Chego sempre à mesma conclusão, corre infinitamente melhor quando paro, respiro fundo e converso baixinho criando empatia e compreensão de forma a minimizar a birra e encontrando uma solução que agrade ao birrento e a mim (mãe)… Quando não tenho esta paciência (que são muitas as vezes, infelizmente) corre sempre pior e a birra dura muito mais tempo… Nota: o meu filho de 3 faz birra de chorar e deitar-se para o chão umas 10 vezes por dia… Muita calma ou ganho uma úlcera 😉

    Liked by 1 person

  4. Não há milagres! eles não têm noção de tempo e não conseguem compreender que existem horários… De qualquer das formas, preparo TUDO na véspera, desde roupa (com a mais nova lá de casa, 8 anos, é “negociado”, com o mais novo, 2 anos, é o que decido), brinquedos ou “tralha” para levar para a escola, informo-os do que vão comer o pequeno almoço (a de 8 anos já prepara tudo sozinha), e repito todos os dias quais os passos a fazer quando acordam. Ajuda ter uma Check-list para eles se orientarem quando já sabem ler. Ultimamente acordo a mais nova lá de casa antes de ir tomar banho e ela faz tudo sozinha. Foi o truque que utilizei para ela estar pronta a horas de sair de casa. Ah! sei que não foi muito pedagógico, mas houve um dia que a deixei em casa por não estar pronta depois de a ameaçar diversas vezes. Depois foi mais tarde com o mais velho lá de casa. Depois desse dia passou a esforçar-se para sair a horas…

    Gostar

    1. Doisbotoes, boa ideia a checklist previa (creio que pode ate funcionar com o meu piolhinho de 5 anos, vou ver como transpor para desenhos :-). Quanto a não terem noção do tempo, sim, verdade, mas podem ter um melhor controlo do tempo que passa/tempo que resta: ficamos pasmos ao ver o bem que funcionou desde os 4 anos e picos indicar no relógio ate onde podia brincar/comer/ver tv so com um risco/autocolante amovível nos minutos. Sabe muito bem que so pode fazer X ate o ponteiro grande chegar ao risco. E e ele mesmo que nos avisa que esta quase la, sobretudo na hora de ler a historia da noite, o momento indispensável antes de dormir: ele sabe que se demorar muito a vestir o pijama e lavar os dentes entao não sobra quase tempo nenhum para lhe lermos a historia, e isso seria um drama. 🙂

      Liked by 1 person

      1. a ideia do relógio é muito bem pensada também! Cheguei a explorar com a minha, mas não houve muita motivação… 😦 Há uma biblioteca de símbolos gratuita que é utilizada em Comunicação Aumentativa e Alternativa que tem imagens para tudo! http://arasaac.org/ 😉 pode ajudar a arranjar as imagens 😉

        Liked by 1 person

  5. Eu acho que há duas grandes dicas:
    1. estarmos prontinhos a sair quando os acordamos, assim a nossa concentração está completamente neles e eles notam e gostam disso. Também estamos mais disponíveis para ajudar mais cedo (antes de já estarmos a gritar por não terem enfiado o braço no buraco certo). Verdade que isto pode implicar o sacrifício de nos levantarmos mais cedo, mas compensa em níveis de stress mais reduzidos.
    2. Arranjar tudo de véspera. Roupa, pequeno almoço e tudo o que vai para a escola (brinquedos, mochilas etc.) se a criança já gostar de opinar, deixá-la participar nas escolhas.
    Por fim, não considero dica porque não tenho como controlar este aspecto mas já percebi que cá em casa tudo corre melhor com ele se ele acordar sozinho em vez de termos de estar a acorda-lo. Ele acorda mais bem disposto e isso estende-se a tudo.
    Curiosamente reparo que ao fim de semana como não me preparo na noite anterior porque estou mais descontraída, temos mais tendência para nos atrasarmos.
    Boa sorte e quando estiver mau pensa que não estão sozinhos, estamos todos a passar pelo mesmo 😉

    Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s